Quem sou eu

Major da Brigada Militar, Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, Especialista em Policiamento Ambiental, Tradicionalista. Muito obrigado, por acessar o meu blog. Participe deixando o seu recado.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Rio Grande do Sul Terra de Heróis

Expedicionário Cabo Norberto Henrique Weber

A história do nosso Estado foi escrita por homens, abnegados, de elevado sentimento patriótico e voltados na defesa do bem comum e da liberdade, e muitos desses fatos marcantes ocorreram em solo gaúcho, que estão presentes até hoje, outros no Brasil, que são lembrados eventualmente e aqueles que ocorreram em terras distantes, que são lembrados por quem os viveu.

Aqui queremos reverenciar os Veteranos que compunham a Força Expedicionária Brasileira, e que lutaram nos campos da Itália, contra os países do Eixo, Alemanha e Itália. Muitos deles voltaram outros deram sua vida, por aquilo que acreditavam ser o mais sagrado, a liberdade.

Assim é a história do Santarosense, Expedicionário Cabo Norberto Henrique Weber, nascido no dia 24 de março de 1924, filho de Pedro Weber e Dona Hilda Weber, e que no dia 24 de dezembro de 1943, passou a integrar o 6º Regimento de Infantaria (6º RI), da 3ª Região Militar.

No dia 02 de julho de 1944, embarcou junto com o 1º Escalão da Força Expedicionária Brasileira, e seu desembarque deu no dia 1já na Itália participou ativamente da tomada da cidade de Camaiori, nos três ataques a Monte Castelo, nos dias 24, 25 e 29 de novembro de 1944. Participou ainda da tomada cidades de Rocca Pitiglina, Le Vigne, Braine, Rancali, Santa Maria. Viliana, cotas 882, 822, 800 a oeste de Garre de Nerone, Marro Della Croce, cotas 702, 720, 722, Safra Lasso e Catelnuevo.

No dia 14 de abril de 1944, tombou bravamente em combate na região de Montese, do que foi registrado em seus assentamentos o seguinte elogio: “o Cabo Norberto Henrique Weber Chefe de Peça e Seção de Morteiros do Pelotão de Petrechos da Cia. Durante o deslocamento da Cia de La Torre para Serreto foi, na região de Montese atingido por estilhaços de granada durante o bombardeio que nessa ocasião colheu toda a Cia na estrada. Morreu instantaneamente como só poderia acontecer aos bravos no seu posto, de honra, a frente de sua peça. É mais um bravo, mais um herói, mais um Brasileiro que a Pátria guardou eternamente em seu coração.

O Poder Público de Santa Rosa como forma de homenagem a este herói, através do Decreto nº 072, de 26 de junho de 1946, denominou de Avenida Expedicionário Weber, o trecho da rua Cristóvão Colombo, situado entre a Praça da Bandeira e a Estrada Geral Esquina – Tuparendi.

Em 07 de setembro de 1947, Santa Rosa homenageou o Expedicionário Brasileiro na pessoa do Cabo Norberto Henrique Weber, junto a Praça da Bandeira, no centro da cidade.

Outra homenagem foi à criação da Escola Municipal da Vila Santos, com a denominação de Escola Municipal Expedicionário Weber, através do Decreto nº 26, de 05 de outubro de 1977.

Fica aqui o registro a este bravo Gaúcho Santarosense, que deu seu bem maior, sua vida, a causa da Liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário