Quem sou eu

Major da Brigada Militar, Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, Especialista em Policiamento Ambiental, Tradicionalista. Muito obrigado, por acessar o meu blog. Participe deixando o seu recado.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

EsFAS forma novos Sargentos da BM

No dia 13 de julho, as 16:30 horas em Santa Maria realizou-se a formatura dos novos sargentos da BM, onde participei prestigiando os integrantes do 4º BPAF que estavam se formando.

Para orgulho da nossa Unidade e Comando Regional, o primeiro Lugar no Estado e da Turma de Sargentos de Santa Maria foi do 2º Sgt Rogério Paulo Lunkes, do Pelotão de Tuparendi, que foi agraciado com a medalha Afonso Emilio Massot, o segundo lugar da turma conquistado pela 2º Sgt Dorzelaine Caré.
Destacou-se também a 2º Sgt Susana Jeske, como oradora da turma, bem como a 2º Sgt Eliane que entregou placa de homenagem ao Ten Cel Worney.
Como comandante me senti muito orgulhoso de presenciar a formatura que representa a conquista de um objetivo de crescimento profissional superando todas as dificuldades que se apresentaram no decorrer do curso, mas que foi motivadora para chegarem a este momento culminando com a tão sonhada divisa de 2º Sargento.
Aos novos sargentos do 4º BPAF, Lunkes, Dilvane, Rosa, Szynvelski, Jaqueline, Omar, Klein, Antonio Marcos, Éderson, Rigo, Massafra, Mara, Rosa, Rui Barbosa, Pipper, Prestes e Pisoni, o nosso reconhecimento por este esforço e que ele sirva de mola propulsora para as novas funções que exercerão junto a nossa unidade, meus parabéns a todos.











quinta-feira, 12 de julho de 2012

SEMINÁRIO REGIONAL DE TRÂNSITO

Neste dia 12 de julho de 2012, no auditório da ACISAP de Santa Rosa, realizou-se o Seminário Regional de Trânsito, Encontros da Década de Ações pela Segurança no Trânsito, organiza
do pelo Gabinete do Vice-Governador do Estado/RS, uma realização do Comando Regional de Policia Ostensiva Fronteira Noroeste.
O evento destinado aos operadores da área de trânsito da Brigada Militar, agentes de trânsito dos municípios, entres outros.
Os assuntos tratados durante o dia foram: Legislação do Trânsito, palestrante Ten Cel Ordeli Savedra Gomes; Crimes de Trânsito, Dr Janor Lerch Duarte; Promotor de Justiça de Santa Rosa; Isolamento e Preservação do Local do Crime, Rafael Schiilling Crivelaro, IGP;  Estratégias e estatísticas, Silvério Kist e Cristiano Lemke, DETRAN e Questões Comportamentais, Srª Martha Bubicz, Consultora do Instituto Acidente Zero.
Abaixo foto do momento da palestra do Ten Cel Ordeli e eu como mediador. O Ten Cel Ordeli é meu colega de turma Aspirante 1988 e amigo desde 1983 quando ingressamos na Escola Estadual de 2º Grau da Brigada Militar.



terça-feira, 10 de julho de 2012

UMA PALAVRA


AOS VERDADEIROS BRIGADIANOS

Ao folhear um exemplar do antigo manual do Soldado PM de 1981, encontrei um texto escrito pelo saudoso Padre João Peters, suas palavras escrita naquela época, ainda servem para a atualidade. 

UMA PALAVRA – Padre João Peters

Amigo Brigadiano:




        Neste manual não pode faltar o verdadeiro espírito que te deve guiar ao abraçares esta profissão tão nobre, a tal ponto que tuofereces a tua vida para proteger a vida dos outros. Podes fazer isso somente a partir de Deus, que se expressou da seguinte maneira: “NINGUÉM TEM MAIOR AMOR DO QUE AQUELE QUE DÁ A SUA VIDA PELO IRMÃO”. Pois a vida e o sacrifício da vida, tem valor para aquele que realmente acredita em Deus. Por isso, devemos valorizar a própria vida e a personalidade da pessoa humana, para poder valorizar a vida do outro.
        Todo serviço prestado pelo Brigadiano é, em última análise, servir a lei de Deus, pois quem observa a lei de Deus é um bom cidadão, e a tua missão é zelar para que todos sejam bons cidadãos.
         Como tu vais fazer isso?
         Se alguém me pede Cem cruzeiros e, se eu não tiver, eu digo: “- Não tenho”.
         O que quero dizer com isso?
         Primeiro, é preciso ter para depois poder dar.
         Como vou dar segurança, se eu mesmo não sou seguro?
         Como vou exigir do outro que observe a Lei, se eu não observo?
      Por tudo isso, meu caro amigo Brigadiano, a tua escolha não é simplesmente a de uma profissão qualquer, mas se aproxima muito de um sacerdócio, isto é, alguém que se dedica de corpo e alma ao serviço dos outros, e a verdadeira recompensa, por mais que precisemos da matéria para viver, será a felicidade do outro.
         Este é o espírito que o Brigadiano precisa ter para que o povo realmente possa confiar nele.
          É como disse, há séculos, um filósofo grego: “a coisa mais bela, consiste em ser útil ao próximo”.